blogINDIE 2006



Há um trecho no começo de "Sans Soleil" onde a narradora diz, parafraseando o interlocutor misterioso do diretor: "já viajei pelo mundo inteiro, agora somente a banalidade me atrai". É uma confissão de quem já viu de tudo, e passou daquela fase de descobertas que toda criança tem, que se reflete na adolescência na forma de uma inexplicável vontade de conhecer o mundo, viajar, ir pro Maranhão, pro kibutz em Isarel, fazer intercâmbio no Canadá, mestrado na Espanha, etc. O narrador misterioso do filme de Marker fez isso tudo, voltou para casa, e agora só acha graça nas coisas simples da vida.

Quem vê filme demais tende a se sentir assim. Depois que você já viu de tudo, foi em todas as edições do Indie, assistiu a filmes de países que você nem lembrava que existiam, presenciou as mortes mais horríveis, as paixões mais enfurecidas, as piadas mais engraçadas - depois disso tudo chega uma hora que você fica meio inerte, insensível, sem graça da vida. As revistas de cinema ficam chatas, os filmes novos perdem a força, você começa a lembrar que existem outras coisas no mundo além de cinema, como literatura, música, observação de pássaros, coleção de selos, bonsai, histórias em quadrinhos e dança de salão. Milhares de horas de filmes se tornam uma bagagem muito pesada para você carregar sozinho, e você começa a largar algumas coisas para trás.

Se você tiver sorte, pode acontecer o mesmo que se passou com nosso amigo que viajou o mundo inteiro. Depois de ver todos os filmes do mundo, você começa a apreciar os filmes simples com outro olhar. Você consegue retomar - com muita luta!! - o seu olhar inocente de mero espectador, mas sem se esquecer da sua experiência como cinéfilo profissional. Você consegue rir dos filmes antigos dos Trapalhões, ficar com medo do Zé do Caixão, e chorar vendo "Ladrões de Bicicleta" pela milionésima vez - muito embora você não tenha chorado das outras 999.999 vezes. Você assiste Cidadão Kane e, ao invés de reparar no teto do cenário ou nos matte paintings, você se pega pensando... "pobre homem, no fundo ele só queria mesmo era brincar de trenó."

Enquanto seus amigos do boteco ainda estão discutindo a genialidade de Lars Von Trier e a nova linguagem do cinema digital, você fica olhando para a rua com um olhar distante, pensando nas coxas da Giullietta Masina ou nos filminhos de mistério do Mario Bava. Seus amigos se despedem, vão logo para casa porque precisam acordar cedo para trabalhar na repartição. Dizem que vão passar na sua casa para pegar emprestado aquele livro do Deleuze sobre linguagem cinematográfica pós-estruturalista. Você sorri e dá as costas, vai embora sozinho, andando pela rua, com medo de lobisomem.
  Daniel Werneck    quarta-feira, novembro 08, 2006
 
 
[^] ir para o topo
INDIE :: Mostra de Cinema Mundial

Zeta Filmes | INDIE FESTIVAL | 
::: visite o web-site do indie 2006
     + Zeta Filmes
     + Indie - Mostra de Cinema Mundial
     + Fluxus
     + New Directors New Films
     + Plexifilm
     + IndieWIRE
     + Le Cube
     + Jonas Mekas
     + Miranda July
     + Cao Guimarães
     + Moira Hahn
     + Roberto Bellini
     + Gisela Motta&Leandro Lima
     + Howie Tsui
     + Motomichi
     + CarlosMagno Rodrigues
     + Ain´t It Cool News
     + Midnight Eye
     + Twitch Film
     + Blog Ilustrada no Cinema
     + Kofic
     + Anthony Kaufman´s Blog
     + Sundance Film Fest
     + Centre Pompidou
     + Pocket Film Festival
     + Blog do Itaulab
     + Rotterdam Film Festival
     + MovieMobz
     + Cinemateca Francesa
     + Unifrance
     + Fundação Japão
::: edições anteriores
     + 2006
::: últimos posts
+ Olhe e reflita (sem censura) sobre os desenhos do ...
+ Prateleira - Edição de 6/11 Com o lançamento de "...
+ Eu fiquei pensando sobre o que falar aqui no blog ...
+ Vale: Vozes e Visões Pessoal. Aproveito o blog ...
+  HOLOCAUSTO CANIBAL: Exibição, Deodato e Remake f...
+  Há Vagas Eu montei um museu de cinema dentro da ...
+ Como fazer performances rejuvenesce! Últimos di...
+  O Campeão da Semana "Logo após ligarem para o Co...
+ As 100 cenas mais assustadoras do cinema O Dia da...
+  Desculpem o atraso, mas fui fazer uma viagem no t...
::: arquivos
 
    Este blog é escrito por:
     + Daniella Azzi
     + Francesca Azzi
     + Fale Conosco