blogINDIE 2006


Retrospectiva Indie 08 SP

Cinema de Koji Wakamatsu sai do limbo e chega ao Brasil

O limbo é um lugar mítico, bíblico, mas o termo é comumente usado para designar o lugar da não memória, do esquecimento. Não há como esquecer aquilo que não conhecemos, e coisas que continuam desconhecidas parecem estar jogadas neste lugar do desinteresse. O limbo pode ser um verdadeiro inferno para o conhecimento, se for este o lugar do inacessível. Mas lá estão almas boas. Koji Wakamatsu é uma destas almas que são excluídas do nosso escopo. Por que será? Porque um diretor que tem mais de 100 filmes produzidos no Japão, que participou de dezenas dos principais festivais internacionais, que foi polêmico ao extremo, sendo muitas vezes censurado em países estrangeiros, nunca viu sua obra exibida no Brasil? A exibição de seis filmes inéditos deste diretor dentro da mostra INDIE 08 em São Paulo intencionam fazer conhecer um pouco da obra deste artista.

Koji Wakamatsu nasceu em 1936, em Wakuya, Japão. Entre 1963 e 1965, dirigiu 20 filmes do gênero, virou um dos mais célebres diretores dos pinku eiga, ou pink films, os filmes eróticos de baixo orçamento típicos do Japão. Por muito tempo, um dos segredos mais bem guardados do país, os pink films, não eram distribuídos para outros países, traziam os tabus, fantasias e fetiches sexuais daquela sociedade, mantendo as dualidades proibido/permitido, sexo/política, perversão/violência e criando regras: nada de sexo explícito e nu frontal, principalmente, masculino, claro.

Wakamatsu, no entanto, sempre acrescentou elementos estéticos, políticos, radicais, indo muito além de ser apenas um diretor tradicional de filmes pink. Aliás, nada é tradicional em Koji. Ele é antes de tudo um anarquista de bem com a arte de fazer cinema. Basta assistir e ver os planos elaborados, belas músicas, a fotografia, a explosão da violência do desejo e da guerra.

Sua liberdade criativa foi impulsionada por um escândalo. Em 1965, o Festival de Berlim seleciona “Segredos por Trás da Parede” e cria um problema diplomático. Como um filme de essência pinku eiga sai do Japão e é exibido representando o cinema do país na Europa? A partir daí, o diretor cria a Wakamatsu Productions e realiza livremente e freneticamente mais de 100 filmes.

O primeiro filme da sua nova produtora é “O Embrião Caça em Segredo”, de 1966, Wakamatsu gosta de citá-lo como um dos seus favoritos, trata da essência do poder numa relação entre um homem e uma mulher. “Go Go Second Time Virgin”, de 1969, um cult, filmado no telhado da sua produtora, com uma trilha sonora especial, e ”Êxtase dos Anjos” (1972), um filme provocativo e exemplar de como Wakamatsu explora sexo e radicalismo político, são marcos da parceria dele com Masao Adachi.

Da sua produção mais recente, bem mais política e crítica à sociedade japonesa, será exibido o lírico “Crônicas de Bicicleta: Paisagens Que O Menino Viu” (2004) e seu último filme “United Red Army”, que resgata em mais de 3 horas - utilizando imagens de arquivo, reconstituição e ficção - um importante momento da militância terrorista no Japão.

Conhecer os filmes de Koji Wakamatsu é descobrir a obra de um cineasta que vive produtivamente a margem dos mercados, impérios, tendências, é conhecer a obra de um homem sem medo, livre.

Na programação do INDIE 2008 SP (clique abaixo e leia as sinopses e consulte os horários),serão exibidos, no CINESESC, todos em 35mm, com legendas eletrônicas:

SEGREDOS POR TRÁS DA PAREDE (Secrets Behind the Wall/ Kabe no naka no himegoto)
EUA/Japão, 1965, 80 min.

O EMBRIÃO CAÇA EM SEGREDO (The Embryo Hunts In Secret/Taiji ga mitsuryosuru toki)
Japão, 1966, 72 min.

GO, GO SECOND TIME VIRGIN (Yuke yuke nidome no shojo)
Japão, 1969, 66 min.

ÊXTASE DOS ANJOS (Ecstasy of the Angels/ Tenshi no kôkotsu)
Japão, 1972, 89 min.

CRÔNICAS DE BICICLETA: PAISAGENS QUE O MENINO VIU (Cycling Chronicles: Landscapes The Boy Saw / 17-sai no fûkei - shônen wa nani o mita no ka)
Japão, 2004, 89 min.

UNITED RED ARMY (United Red Army/ Jitsuroku rengô sekigun: Asama sansô e no michi)
Japão, 2007, 190 min.


Indie 2008 SP – Mostra de Cinema Mundial
Data: de 6 a 12 de novembro
Dia 06 - abertura apenas para convidados com o filme "Go GO Second Virgin", de Koji Wakamatsu.
Local: Cinesesc (Rua Augusta 2075)
Ingressos: R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (estudante e idosos), R$ 1,50 (Trabalhador do comércio e serviços matriculados e dependentes).
Informações: 11 3087-0500 | www.indiefestival.com.br | www.sescsp.org.br
Realização: SESC SP e Zeta Filmes

(Colaborou neste texto: Daniella Azzi)
  Francesca Azzi    terça-feira, novembro 04, 2008
 
 
[^] ir para o topo
INDIE :: Mostra de Cinema Mundial

Zeta Filmes | INDIE FESTIVAL | 
::: visite o web-site do indie 2006
     + Zeta Filmes
     + Indie - Mostra de Cinema Mundial
     + Fluxus
     + New Directors New Films
     + Plexifilm
     + IndieWIRE
     + Le Cube
     + Jonas Mekas
     + Miranda July
     + Cao Guimarães
     + Moira Hahn
     + Roberto Bellini
     + Gisela Motta&Leandro Lima
     + Howie Tsui
     + Motomichi
     + CarlosMagno Rodrigues
     + Ain´t It Cool News
     + Midnight Eye
     + Twitch Film
     + Blog Ilustrada no Cinema
     + Kofic
     + Anthony Kaufman´s Blog
     + Sundance Film Fest
     + Centre Pompidou
     + Pocket Film Festival
     + Blog do Itaulab
     + Rotterdam Film Festival
     + MovieMobz
     + Cinemateca Francesa
     + Unifrance
     + Fundação Japão
::: edições anteriores
     + 2006
::: últimos posts
+  Cinema Sim fala de um cinema-arte que inclui um e...
+  My name is Wakamatsu Você nunca ouviu falar dele...
+  INDIE 2008 anuncia balanço final O INDIE 2008 - ...
+  O Indie e seu público Muitos jornalistas, amigos...
+  Um cinema de garagem, um Gibi O cinema (apesar d...
+  How to Be é a cara do Indie São 5:50. A sala est...
+  O pungente Loren Cass abre as sessões do Indie 2...
+  O que um diretor de cinema quer dizer para o públ...
+  Novo filme de Philippe Garrel abre Indie 2008 em ...
+  A programação do INDIE 2008 está no ar! O site...
::: arquivos
 
    Este blog é escrito por:
     + Daniella Azzi
     + Francesca Azzi
     + Fale Conosco